quarta-feira, 11 de junho de 2008

GP ESTORIL 1985: Senna ganharia sua primeira corrida


O GP Histórico de hoje é um clássico. Foi a primeira das 41 vitórias do mito Ayrton Senna.
O dia? 21 de Abril de 85. O local? Estoril, Portugal. O mundo neste dia veria a façanha aquática do brasileiro que se especializou em guiar em condições extremas e desfavoráveis.
Em 85, Peter Warr, que ficou no cargo de Colin Chapman depois de sua morte em 82, tinha em suas mãos um trio de peso: A Renault Turbo, que colocava a disposição da Lotus um motor com 1.200 cv, Gerard Ducarouge, engenheiro, designer e projetista da Lotus, e o garoto prodígio da F1, Ayrton Senna da Silva.
Estoril 85 era a segunda prova do ano, e a primeira da fase europeia, Senna queria de uma vez por todas andar forte, mostrar para o mundo do que é capaz. A previsão para o domingo do GP era de chuva, mas os treinos foram em pista seca. Neste GP Senna assinalaria sua primeira de muitas Poles na categoria.
O Domingo amanhece alagado em Portugal. Prost larga atrás de Senna, que logo na largada perde a segunda posição para o companheiro de Senna, Elio de Angelis. Manter-se na pista em condições extremas assim era um sacrifício para os pilotos, os carros estavam aquaplanando nas retas do circuito, a situação era crítica. Esta era a situação perfeita para Senna se destacar entre os outros pilotos. Ayrton para tentar controlar melhor o carro, praticamente não dava pressão no turbo, trocava as marchas sem olhar no conta-giros para não perder o foco na pista. Atrás de Senna vinham de Angelis, Prost e Alboreto. Prost roda sozinho em "aquaplaning" no meio da reta de Estoril quando partia para cima de Elio.
Na metade final da prova Senna começa a gesticular para os fiscais e comissários de pista para que a prova seja interrompida, as condições de pista eram horrivéis, a chuva aumenta muito, para Senna, a situação era pior que em Mônaco 1 ano antes, e lá a corrida foi paralisada quando Senna estava em segundo colocado e tinha ultrapassado seu idolo Niki Lauda... Senna mesmo naquele ano que estava com um carro basicamente "ruim" a Toleman mostrava que tinha muita gana em estar na frente, seja qual carro fosse que estava com ele, isso talvez seja o fato dele ser até hoje lembrado e é um idolo que eu tenho...como piloto e pessoa.
Voltando a corrida...
Pelo rádio Ayrton fala com Warr:
"Acabem logo com isso" e um palavrão no meio também.
Mas sem a "moral" da McLaren no ano anterior, a corrida continuava, e com muito perigo aos pilotos. Senna, para manter a concentração, não diminuia o ritmo. Ritmo este que assustou seu engenheiro, Gerard Ducarouge, que na reta principal colocava placas com a inscrição "Easy" para Senna, mas Ayrton se negava a diminuir:
"Gerard, não me mostre mais esta placa, eu sei o que posso fazer aqui"
Muito se impressionaram com Senna naquele dia, ja que as vezes ele entrava rasgando nas curvas perdendo a traseira e segurando o carro de um jeito que só ele poderia explicar.
Quando Senna vai cruzar a linha de chegada, vê alguns integrantes da Lotus à beira da pista, repetindo um gesto largamente usado por Chapman para recepcionar seus pilotos vitoriosos, ele tira o pé do acelerador e quase é abalroado por Mansell que vinha atrás na quinta posição e a duas voltas atrás.
Senna curte sua vitoria...ele tiro o cinto de segurança e ficou com as duas mãos para cima com uma alegria tremenda...mas tudo isso durou por pouco tempo, poucas horas depois de sua primeira vitória o presidente brasileiro eleito pelo voto popular, Tancredo Neves, morre em São Paulo.
Finalizo este texto com uma réplica do Livro "Ayrton: o herói revelado" de Ernesto Rodrigues:

"Ao longo daquela segunda-feira, a cobertura da tevê portuguesa sobre a morte de Tancredo foi intensa. E Ayrton veria imagens de sua São Paulo em prantos, milhares de pessoas na rua despedindo-se do presidente morto.
Ele jamais veria uma manifestação parecida com aquela"

Largada do gp de Portugal e as Lotus na frente...

As Renault também se destacaram, especialmente com Tambay que foi o 3º

Alboreto ficou com a 2ª colocação.

Senna acelera forte em 1º! e a equipe da Lotus assustada como todo mundo...nunca imaginaria que tivesse alguém assim que pilotasse na chuva e tão novo ainda no F1.

Senna tira o cinco de segurança e começa a comemorar!

Senna subiria no pódio mas 40 vezes!!




Fonte: F1Nostalgia reeditado algumas partes pelo speedbrazil

Um comentário:

Rogério Da Silva disse...

nossssssaaaaaaaaaaa
eu vi essa corrida!